Apoios à restauração

Apoios à restauração

Apoios apresentados pelo Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital.

Nos primeiros nove meses do ano, a quebra de faturação do setor de restauração e similares face a 2019 foi de 1860 milhões de euros (31%)
Comparando com:
• Comércio a retalho de calçado: – 39%
• Ourivesarias: – 35%
• Comércio a retalho de bebidas: – 40%
• Agências de viagens: – 74%
• Animação Turística: – 60%
• Hotéis: – 64%
• Ginásios: – 35%

Enquadramento
Apoio excecional e complementar aos já em vigor equivalente a 20% da quebra média de faturação
registada nos dois fins-de-semana com restrições mais intensas face à média de todos os fins-de-semana deste ano, para cobertura de custos fixos ainda não cobertos por outras medidas.
Valor + 25 M€ para restauração (valor correspondente a estimativa)
– Manutenção de emprego e atividade
– Não distribuição de lucros ou outros fundos a sócios
– Quebra de faturação nos fins-de-semana em que vigore a proibição d e circulação, face à média d e faturação registada nos fins-de-semana entre 01.01.2020 e 31.10.2020
– Capitais próprios positivos à data de 31.12.2019, exceto para empresa constituída a partir de 01.01.2019
– Situação financeira regularizada, nomeadamente AT e SS